Desafios do pré-sal serão tema de palestra da Petrobras no Rio

O engenheiro de Petróleo Antonio Carlos Capeleiro Pinto, da Gerência de Concepção e Alinhamento de Projetos da Diretoria de Exploração e Produção da Petrobras (E&P-PRESAL), vai fazer uma palestra na próxima terça-feira (30 de agosto),  às 9 horas, no Centro Empresarial Rio, sobre os desafios tecnológicos que a descoberta do pré-sal reservam para a Petrobras e para a indústria nacional. O engenheiro da Petrobras vai representar o diretor de E&P, Guilherme Estrella, no Seminário “Solda Brasil 2011 – Seminário Nacional de Tecnologia e Mercado de Soldagem”, que acontece nos próximos dias 30 e 31, no Centro Empresarial Rio, de 9h às 18hs.

Idealizado pela Planeja & Informa Comunicação e Marketing, com apoio de diversas entidades que atuam no segmento da soldagem, e da engenharia industrial, tais como: ABCE, ABECE, ABEMI, ABENDI, ABITAN, ABRAPET, ABS, CREA-SP, FBTS, FNE, SINAENCO, SINDNAVAL/AM e SINDUSCON-RIO, o “Solda, Brasil 2011” vai discutir e mostrar experiências, processos, novas tecnologias e soluções que venham aprimorar os projetos das principais empresas brasileiras, públicas e privadas, especialmente na cadeia de petróleo e gás. A proposta é realizar um grande debate técnico, prático e objetivo em torno do mercado e das perspectivas do setor de soldagem no Brasil, reunindo empresas executoras dos projetos, empreendedores, fornecedores de materiais e equipamentos e o meio científico, para agregar o componente “desenvolvimento tecnológico” em toda a discussão em torno do mercado e das perspectivas do setor de soldagem no Brasil.

As reservas do Pré-sal

Estimadas pelo Ministério das Minas e Energia entre 22 a 33,5 bilhões de barris de óleo equivalente  (boe), as descobertas do pré-sal já são suficientes para praticamente triplicar as reservas brasileiras de petróleo.  Somente os campos de Libra e Franco guardam cerca de 13 bilhões de barris, segundo levantamentos preliminares. No Campo de Tupi, a estimativa dos técnicos da Petrobras é de que as reservas sejam de 5 a 8 bilhões de barris de petróleo.

Se forem confirmadas as estimativas da quantidade de petróleo da camada pré-sal brasileira, o Brasil poderá se transformar, futuramente, num dos maiores produtores e exportadores de petróleo e derivados do mundo. Porém, os investimentos deverão ser altíssimos, pois, em função da profundidade das reservas, a tecnologia aplicada deverá ser de alto custo.

Confira a programação do evento:

Dia 30

Dia 31

> Saiba como se inscrever.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s