Primeiro VLT do Rio começa a operar em 2014 na região do Porto

Projeto vai ser tema de palestra do Presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto durante o 3º Seminário Sistemas Inteligentes de Transportes

        

         Integrar diversos modais de transportes como trens, metrô e barcas, além de reduzir gradativamente a quantidade de itinerários de ônibus nas ruas da área do Porto do Rio, é um dos principais objetivos das seis linhas de Veículos Leves sobre Trilhos (VLT), que a Prefeitura do Rio de Janeiro vai implantar na região até 2016.

         O projeto vai ser apresentado na palestra  “VLT – Solução para Mobilidade no Projeto Porto Maravilha” que o  Diretor Presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio De Janeiro S.A (CDURP) – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Jorge Luiz de Souza Arraes, fará no próximo dia 26 de junho, às 16hs, durante o 3º SEMINÁRIO SISTEMAS INTELIGENTES DE TRANSPORTES.

O evento, que acontece nos dias 25 e 26 de junho, no Centro Empresarial Rio, na Praia de Botafogo (RJ), é promovido pela Planeja & Informa Comunicação e Marketing e tem por objetivo discutir e difundir experiências e novas tecnologias para a gestão, operação, controle e fiscalização do trânsito e dos transportes urbano de passageiros, cargas e rodovias do País, visando a dar mais mobilidade e sustentabilidade a esses sistemas, especialmente nos grandes centros urbanos.

 

Mobilidade no novo porto

O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que circulará no Centro e na Região Portuária, ligará toda a área por seis linhas e 42 estações, em26 Kmde vias. O VLT fortalece o conceito de transporte público integrado, que conecta estações de metrô, trens, barcas, BRT, redes de ônibus convencionais e aeroporto. A integração com outros meios de transportes vai melhorar o trânsito da região central da cidade, em planejamento voltado à redução da circulação de ônibus, diminuindo o tráfego e o trânsito. As ruas da Região Portuária já estão sendo preparadas para receber o novo tipo de transporte.

A previsão é de que primeira etapa de instalação do VLT seja concluída em 2014, com duas linhasem funcionamento. Asoutras quatro entram em operação até2016. Aimplantação do novo meio de transporte tem custo avaliado em R$ 1,1 bilhão, sendo R$ 500 milhões financiados por recursos federais, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade, e o restante viabilizado por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada).

Além do Diretor Presidente da CDURP, já confirmaram presença no Seminário o Secretário de Estado de Transporte Julio Lopes; o Coordenador de Controle Operacional da Secretaria de Transportes do Município do Rio, Alberto Nygaard; o representante da Agência Reguladora de Transportes de São Paulo (ARTESP), Giovanni Pengue Filho; o Superintendente da Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo (CET), Georges Chaves Balthazar Júnior; o Gerente Geral UN-BRT da FETRANSPOR, Alexandre Castro; o Gerente de Planejamento da FETRANSPOR, Guilherme Wilson; o Coordenador de ITS para América Latina da Volvo Bus Latin America, Bernardo Cruz; e o Diretor da Motorola, Gilberto de Paula Souza.

Para se inscrever no III SEMINÁRIO SISTEMAS INTELIGENTES DE TRANSPORTES, basta solicitar o formulário de inscrição pelo e-mail inscricao@planejabrasil.com.br ou ligar para o Atendimento ao Participante nos telefones (21) 2262-9401/ 2244-6211

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s