Governo Federal vai investir R$ 18 bilhões em gestão e prevenção de risco até 2014

Item prioritário no setor nuclear, reforço na segurança das usinas no mundo ganha destaque na pauta do IV Seminário de Energia Nuclear no Rio

O acidente de Fukushima, no Japão, em 2011, acendeu o sinal de alerta em todo o mundo, não apenas para questões técnicas e operacionais das usinas, nucleares e convencionais, mas também sobre a gravidade e as conseqüências que os fenômenos extremos e desastres naturais, cada vez mais intensos no mundo, podem gerar, diante das mudanças climáticas globais.

De positivo, o grave evento no Japão gerou importantes progressos no sentido de reforçar a segurança nuclear mundial e mais cuidados com a prevenção de riscos naturais, em função das mudanças climáticas globais, de forma a minimizar seus impactos sociais e econômicos. É preciso, tanto na área nuclear como nas demais da cadeia de geração de energia e da indústria, implementar o debate e buscar a troca de experiências e tecnologias entre os diversos países, de forma a aperfeiçoar e garantir os sistemas e processos de segurança.

Prevenir, mapear, monitorar e responder são ações fundamentais para a gestão de riscos e garantia de segurança das populações e equipamentos em áreas sujeitas a desastres naturais. Com esse objetivo, o Governo Federal lançou, em agosto passado, o Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais, que prevê investimentos de R$ 18,8 bilhões até 2014. Desse montante, R$ 15,6 bilhões serão utilizados em prevenção, R$ 2,6 bilhões em resposta, R$ 362 milhões em monitoramento e alerta e R$ 162 milhões em mapeamento.

No momento em que o Brasil se prepara para construir e incluir novas plantas nucleares na sua matriz energética, essa questão ganhou prioridade total. A programação do Seminário prevê palestras, painéis e debates sobre gestão, prevenção de riscos e respostas rápidas a desastres naturais, com ênfase na comunicação e informação para a rápida mobilização, além de trazer experiências do Brasil e do exterior sobre planos de emergência, monitoramento climático etc., além da questão tecnológica. A proposta é reunir representantes da cadeia nuclear brasileira e internacional, agências internacionais de segurança, empresas de consultoria, construção e montagem industrial, fornecedores de equipamentos e soluções tecnológicas para discutir as demanda de mercado, disponibilidade e formação de mão de obra especializada e novas tecnologias para atender ao projeto nuclear brasileiro e seus requisitos de segurança.

INSCRIÇÕES ABERTAS – TABELA DE INVESTIMENTO

PERÍODO

VALORES

05/10 a 31/12/2012

R$ 300,00

01/01 a 24/03/2013

R$ 350,00

25/03 a 25/04/2013

R$ 400,00

 ****  COMO SE INSCREVER?  ****

Solicite o formulário de inscrição por e-mail inscricao.planeja@gmail.com ou pelos telefones: 21 2262-9401/ 2215-2245.

Se preferir, baixe o formulário pelo link:  Formulário de inscrição_2013

Veja também o informativo com a programação: Informativo_Energia Nuclear 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s