Angra 1 e 2 ajudam a reduzir impacto do estresse nos reservatórios das hidrelétricas

Opção nuclear para tornar mais seguro o sistema elétrico brasileiro e a construção de novas usinas no Brasil serão tema do IV Seminário Internacional de Energia Nuclear

                 Em um momento de forte estresse hídrico, com o nível dos reservatórios das hidrelétricas abaixo dos níveis de segurança nos primeiros dias de janeiro, as usinas nucleares Angra 1 e Angra 2 provaram que representam uma garantia de disponibilidade e confiabilidade no fornecimento de energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional e que novas usinas serão bem vindas dentro da matriz elétrica do País.

As duas unidades fecharam o ano de 2012 gerando, juntas, 16.040.790,5 megawatts-hora (MWh) – a melhor marca da história da Eletrobras Eletronuclear até agora. Essa energia seria suficiente para suprir, ao mesmo tempo, as cidades de Fortaleza, Belo Horizonte e Porto Alegre durante um ano – comemorou o presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva.

Angra 3 – a terceira usina do complexo instalado no Rio de Janeiro – vai acrescentar mais 1.405 megawatts de potência à capacidade de geração nuclear brasileira e está prevista para entrar em operação em dezembro de 2015. A usina será capaz de gerar mais de 10 milhões de MWh anuais, energia suficiente para abastecer as cidades de Brasília e Belo Horizonte durante um ano inteiro.

Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), no ano passado, a produção de Angra 1 e Angra 2 representou 3,12% da matriz elétrica brasileira. Particularmente, no que diz respeito ao Rio de Janeiro, a energia nuclear gerou o equivalente a um terço do consumo total de energia elétrica do estado.

Tema do pauta do IV Seminário Internacional de Energia Nuclear, junto com as novas usinas programadas para atender ao Plano Nacional de Energia (PNE 2030), a construção de Angra 3 demandará investimentos diretos da ordem de R$ 10 bilhões, sendo que em torno de 75% desses gastos serão efetuados no Brasil. O Seminário acontece nos dias 24 e 25 de abril, no Rio de Janeiro, em parceria com a ELETROBRAS ELETRONUCLEAR e outras empresas do setor de energia. O evento terá a participação de diversos convidados e profissionais de organismos estrangeiros ligados ao setor nuclear.

Além de debates sobre novas tecnologias, soluções, equipamentos e mão de obra para atender o Programa Nuclear Brasileiro, em especial Angra 3 e as novas usinas, a  programação do Seminário prevê palestras, painéis e debates sobre gestão, prevenção de riscos e respostas rápidas a desastres naturais, com ênfase na comunicação e informação para a rápida mobilização, além de trazer experiências do Brasil e do exterior sobre planos de emergência, monitoramento climático etc. O objetivo é reunir representantes da cadeia nuclear brasileira e internacional, agências internacionais de segurança, empresas de consultoria, construção e montagem industrial, fornecedores de equipamentos e soluções tecnológicas.

 INSCRIÇÕES ABERTAS – TABELA DE INVESTIMENTO

PERÍODO

VALORES

05/10 a 31/12/2012

R$ 300,00

01/01 a 24/03/2013

R$ 350,00

25/03 a 25/04/2013

R$ 400,00

Solicite o formulário de inscrição pelo e-mail: inscricao.planeja@gmail.com ou ligue para o Atendimento ao Participante: (21) 2262-9401 / 2244-6211 ou baixe o formulário pelo link Formulário de inscrição_2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s