AREVA aposta em tecnologia e rigor em segurança para ganhar mais espaço no setor nuclear do Brasil

  1. Informativo_Energia Nuclear 2014
  2. Formulário de inscrição_Energia Nuclear 2014

Diretor da empresa para o Brasil e América do Sul faz palestra sobre o tema em seminário no Rio e discute novas tecnologias para construção e operação de reatores no Brasil

 Selecionada no final do ano passado pela Eletrobrás Eletronuclear para concluir a construção do reator de Angra 3, a AREVA está otimista quanto à evolução do Programa Nuclear brasileiro, que prevê a construção de mais quatro a oito novas unidades de geração nuclear no País até 2030, incorporando novas tecnologias de reatores e de segurança.

O Diretor da empresa para o Brasil e América do Sul, Bernard Bastide, entende que “a experiência da AREVA e seu rigor absoluto em termo de segurança, fazem do grupo francês uma referência no segmento. No Brasil, a conclusão das obras da usina nuclear de Angra 3 ilustra a importância dessa fonte como solução para um desenvolvimento sustentável no país, e a AREVA está empenhada em continuar a acompanhar o desenvolvimento do programa nuclear brasileiro”.

As inovações tecnológicas da empresa no setor nuclear serão o foco da palestra que Bastide fará durante o 5º Seminário Internacional de Energia Nuclear, marcado para os dias 14 e 15 de maio, no Centro Empresarial Rio, no Rio de Janeiro. Em sua quinta edição, o evento é realizado anualmente pela Planeja & Informa em parceria com a Eletrobrás Eletronuclear e outras empresas do segmento, para debater novas tecnologias para o desenvolvimento das atividades nucleares no Brasil e no mundo, além de soluções para melhorar a segurança das usinas.

Bernard Bastide vai abordar o tema “modelos tecnológicos de reatores – perspectivas de desenvolvimento no mundo”, no painel destinado a debater o tema, que vem sendo tratado como estratégico pelo governo brasileiro para agilizar a construção e operação de novos reatores e reduzir os custos desses projetos. Na visão do Diretor da AREVA, empresa responsável pela conclusão do projeto do reator de Angra 3, o design da usina integra os últimos avanços tecnológicos para reatores nucleares.

O contrato para a construção do reator de Angra 3 já foi assinado entre a Eletronuclear e a AREVA, envolvendo € 1,25 bilhão – cerca de R$ 4 bilhões. A companhia francesa vai fornecer equipamentos e serviços de engenharia, além de instrumentação digital e sistema de controle.

SIEN 2014

O Seminário Internacional de Energia Nuclear tem sido um importante espaço para o debate sobre o Programa Nuclear Brasileiro, as novas tecnologias em desenvolvimento no mundo e, principalmente, requisitos de segurança que se tornaram ainda mais rigorosos após o acidente de Fukushima. Nesta quinta versão, a agenda vai trazer essas e outras questões, reunindo todos os segmentos do setor nuclear, além de promover a difusão de novas tecnologias e soluções voltadas à construção e operação de usinas nucleares, bem como os diversos usos da radiação para fins pacíficos.

O evento vai reunir empresas de energia nuclear do Brasil e do exterior; lideranças empresariais; empresas de engenharia industrial, construção e serviço; empresas de projetos e desenvolvimento tecnológico; fornecedores de equipamentos e materiais para engenharia elétrica; empresas e órgãos governamentais; gestores públicos e privados; técnicos e executivos do setor de energia; concessionárias de energia; além de entidades de classe de engenharia, universidades, institutos de pesquisa etc.

Principais temas em debate

  • Novos modelos para construção e gestão de usinas
  • Um novo papel para o setor privado
  • Novos modelos e tecnologias de reatores
  • Modelo Internacional de Licenciamento de Usinas
  • Prevenção de riscos e desastres naturais
  • Segurança – Os avanços pelo mundo com as Lições de Fukushima
  • O desafio do tratamento d0 lixo radioativo
  • Reator Multipropósito Brasileiro – Aposta na auto-suficiência em Radioisótopos

 

Nomes já confirmados:

Isaac José Obadia, Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da CNEN

Leonam dos Santos Guimarães, Diretor Técnico e Comercial da Amazônia Azul – AMAZUL

Amilcar Gonçalves Guerreiro, Diretor de Estudos Econômico Energéticos e Ambientais da EPE

Edson Kuramoto, ABEN – Associação Brasileira de Energia Nuclear

Liberal Enio Zanelatto, Diretor Industrial da NUCLEP

Bernard Bastide, Diretor da AREVA para Brasil e América do Sul

Antonio Ferreira Müller, Diretor Presidente da ABDAN

 

As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo email inscricao.planeja@gmail.com ou além dos telefones (21) 2262-9401 / 2215-2245. Estudantes tem 50% de desconto na inscrição.

Empresas de projetos e tecnologia, fabricantes de materiais e equipamentos e prestadores de serviços interessados em apresentar soluções e tecnologias para o setor através de palestras ou divulgar sua marca e produtos através de patrocínio podem entrar em contato com a área comercial da Planeja & Informa Comunicação e Marketing, através do telefone (21) 2244-6211.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s