AMAZUL confirma presença no SIEN 2014 em maio no Rio

Informativo_Energia Nuclear 2014
Formulário de inscrição_Energia Nuclear 2014

 

Submarino da Marinha, reator da CNEN para produção de radioisótopos e nova usina de enriquecimento de urânio da INB estão no topo da agenda estratégica da nova empresa
Criada em 2013 pelo Governo Federal com o objetivo de impulsionar à inovação na cadeia produtiva, tanto do setor de defesa quanto do setor nuclear, e promover a independência tecnológica de produtos e equipamentos utilizados pela medicina nuclear, a AMAZULAmazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A vai participar da 5ª edição do Seminário Internacional de Energia Nuclear, marcado para os dias 14 e 15 de maio, no Centro Empresarial Rio, no Rio de Janeiro.
Em sua quinta edição, o evento é realizado anualmente pela Planeja & Informa em parceria com a Eletrobrás Eletronuclear e outras empresas do segmento, para debater novas tecnologias para o desenvolvimento das atividades nucleares no Brasil e no mundo, além de soluções para melhorar a segurança das usinas. O Diretor Técnico Comercial da AMAZUL, Leonam dos Santos Guimarães, vai falar durante o evento sobre os objetivos da nova empresa, criada para apoiar o Programa Nuclear Brasileiro. Segundo ele, a lei que criou a AMAZUL abre um leque de possibilidades e cobre o vácuo de empresas prestadoras de serviços técnicos na área nuclear.
Leonam Guimarães deixou a Eletrobras Eletronuclear, onde era assessor da Presidência, depois de oito anos, para assumir a área técnico-comercial da nova estatal. “Estou voltando para o setor de onde saí. Trabalhei 25 anos no Programa Nuclear da Marinha, antes da Eletronuclear. Nesses oito anos, Angra 3 saiu do papei e a energia nuclear voltou à agenda do setor elétrico. É hora de novos projetos, como o submarino nuclear e o reator multipropósito”, afirmou ao assumir a diretoria  AMAZUL.
Patrocinadora do evento, a AMAZUL nasceu em 2013 com mil funcionários, após a cisão da ENGEPRON. De acordo com Leonam, o submarino da Marinha, o reator da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) – que tornará o Brasil independente na produção de radioisótopos – e a implantação da usina de enriquecimento de urânio da INB estão no topo da agenda estratégica da nova empresa.
SIEN 2014
O Seminário Internacional de Energia Nuclear tem sido um importante espaço para o debate sobre o Programa Nuclear Brasileiro, as novas tecnologias em desenvolvimento no mundo e, principalmente, requisitos de segurança que se tornaram ainda mais rigorosos após o acidente de Fukushima, no Japão. Nesta quinta versão, a agenda vai trazer essas e outras questões, reunindo todos os segmentos do setor nuclear, além de promover a difusão de novas tecnologias e soluções voltadas à construção e operação de usinas nucleares, bem como os diversos usos da radiação para fins pacíficos.
O evento reúne empresas de energia nuclear do Brasil e do exterior; lideranças empresariais; empresas de engenharia industrial, construção e serviço; empresas de projetos e desenvolvimento tecnológico; fornecedores de equipamentos e materiais para engenharia elétrica; empresas e órgãos governamentais; gestores públicos e privados; técnicos e executivos do setor de energia; concessionárias de energia; além de entidades de classe de engenharia, universidades, institutos de pesquisa etc.
As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo email inscricao.planeja@gmail.com, além dos telefones (21) 2262-9401 / 2215-2245. Mais informações no Blog https://planejabrasil.wordpress.com/. Estudantes tem 50% de desconto na inscrição.
Empresas de projetos e tecnologia, fabricantes de materiais e equipamentos e prestadores de serviços interessados em apresentar soluções e tecnologias para o setor através de palestras ou divulgar sua marca e produtos através de patrocínio podem entrar em contato com a área comercial da Planeja & Informa Comunicação e Marketing, através do telefone (21) 2244-6211.
 
Nomes já confirmados:
Isaac José Obadia, Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da CNEN
Leonam dos Santos Guimarães, Diretor Técnico e Comercial da Amazônia Azul – AMAZUL
Amilcar Gonçalves Guerreiro, Diretor de Estudos Econômico Energéticos e Ambientais da EPE
Eng. Roberto Travassos, Diretor Financeiro da Aben
Liberal Enio Zanelatto, Diretor Industrial da NUCLEP
Bernard Bastide, Diretor da AREVA para Brasil e América do Sul
Antonio Ferreira Müller, Diretor Presidente da ABDAN
Marisabel Sanchez, Chief Executive Office – Links Media Global (EUA)
Rosane Lopes, Technical Coordinator – Links Media Global
Behrooz Askari – AF -Consult Suíça Ltd. (Suíça)
 
Principais temas em debate
  • Novos modelos para construção e gestão de usinas
  • Um novo papel para o setor privado
  • Novos modelos e tecnologias de reatores
  • Modelo Internacional de Licenciamento de Usinas
  • Prevenção de riscos e desastres naturais
  • Segurança – Os avanços pelo mundo com as Lições de Fukushima
  • O desafio do tratamento do lixo radioativo
  • Reator Multipropósito Brasileiro – Aposta na auto-suficiência em Radiofarmacos
 
 
Planeja & Informa Comunicação e Marketing
https://planejabrasil.wordpress.com/
carlos.emmiliano@gmail.com
Informações para a Imprensa: (21) 2262.9401 e 2215.2245
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s