Rosatom participa do 5 º Seminário Internacional de Energia Nuclear no Rio

  1. Informativo_Energia Nuclear 2014
  2. Formulário de inscrição_Energia Nuclear 2014

Estatal russa de energia nuclear quer desenvolver parceria estratégica

com o Brasil e já anunciou a abertura de um escritório no País até 2015

A empresa Rosatom, estatal russa de energia nuclear, vai participar do 5º Seminário Internacional de Energia Nuclear no Brasil, que será realizada nos dias 14 e15 de maio, no Centro Empresarial Rio, no Rio de Janeiro. A JSC “Rusatom – Rede International” – empresa criada para gerenciar os escritórios estrangeiros da Rosatom no exterior – será uma das patrocinadoras do seminário.

Para o debate no evento, a Rosatom irá compartilhar sua experiência em duas sessões: “Segurança das usinas – avanços com as lições de Fukushima” e ” Modelos tecnológicos de reatores – perspectivas e desenvolvimento no mundo”. A Rosatom reúne mais de 360 empresas e instituições nucleares de pesquisa e desenvolvimento que atuam nos setores civis e de defesa, sendo a única no mundo a ter uma frota de quebra-gelo nuclear.

Até o final de 2014, a Rosatom planeja aumentar sua carteira de pedidos do exterior em US$ 100 bilhões, inclusive no Brasil, onde já anunciou a sua intenção de desenvolver parceria estratégica, não apenas no programa de construção de capacidade de geração nuclear, mas também na eliminação progressiva de instalações nucleares (descomissionamento), medicina nuclear e cooperação conjunta nos mercados de outros países. A empresa também planeja abrir um escritório regional no Brasil até 2015. O Portfolio da Companhia russa no exterior totalizou, em 2013, US$ 74 bilhões.

A Companhia detém posições de liderança em vários segmentos no ranking do mercado de tecnologias nucleares:

• No. 1 no mundo em número de reatores nucleares em construção simultânea

• No. 2 no mundo em reservas de urânio

• No. 2 no mundo em capacidade nuclear instalada

• 13% da extração de urânio do mundo

• 45% do mercado global de enriquecimento de urânio

• 17% do mercado mundial de combustível nuclear

A ROSATOM possui atualmente projetos para a construção de 22 usinas nucleares no exterior em países como a Índia, China, Turquia, Vietnã, Finlândia, Hungria e outros, empregando mais de 250.000 pessoas. Em 2012, os gastos da empresa com proteção ambiental superaram US$ 500 milhões.

Segundo os representantes da empresa, o Design e a Tecnologia das centrais nucleares russas atendem todos os requisitos de segurança internacional. Acrescentam que, pela confiabilidade das suas usinas nucleares, a Rússia detém a posição de liderança mundial no segmento, à frente de países como EUA e Reino Unido. A planta nuclear de Taiwan, por exemplo, projetada com tecnologia russa, é considerada, de acordo com a ROSATOM, a primeira planta de geração comercialmente bem-sucedida do mundo. De acordo com a Agência Internacional de Energia (AIEA), a planta de Taiwan é uma das mais seguras do mundo, afirma a empresa russa.

A Rosatom e o Brasil

A cooperação russo- brasileira na esfera nuclear é regulada por Acordo Bilateral Nuclear assinado entre o Governo da Federação da Rússia e o Governo da República Federativa do Brasil e prevê a parceria para o uso pacífico da energia nuclear. O acordo foi assinado em 1994. Em 2009, os dois países firmaram um memorando de entendimentos para cooperação na área nuclear.

Em 2011, a Rusatom Overseas se associou à Associação Brasileira para o Desenvolvimento de Atividades Nucleares (Abdan), atravaés da JSC ” Rusatom – Rede Internacional”, fundada este ano (2014) com o objetivo de criar e administrar escritórios de marketing da Rosatom no exterior. O Presidente da Rusatom – Rede Internacional ” é Nikolai Drozdov .

SIEN 2014

Em sua quinta edição, o evento é realizado anualmente pela Planeja & Informa em parceria com aEletrobrás Eletronuclear, para debater novas tecnologias para o desenvolvimento das atividades nucleares no Brasil e no mundo, além de soluções para melhorar a segurança das usinas. O Seminário Internacional de Energia Nuclear tem sido um importante espaço para o debate sobre o Programa Nuclear Brasileiro, as novas tecnologias em desenvolvimento no mundo e, principalmente, requisitos de segurança que se tornaram ainda mais rigorosos após o acidente de Fukushima, no Japão.

O 5º Seminário Internacional de Energia Nuclear no Brasil reúne empresas de energia nuclear do Brasil e do exterior; lideranças empresariais; empresas de engenharia industrial, construção e serviço; empresas de projetos e desenvolvimento tecnológico; fornecedores de equipamentos e materiais para engenharia elétrica; empresas e órgãos governamentais; gestores públicos e privados; técnicos e executivos do setor de energia; concessionárias de energia; além de entidades de classe de engenharia, universidades, institutos de pesquisa etc.

As inscrições para o evento estão abertas e podem ser feitas pelo email inscricao.planeja@gmail.com, além dos telefones(21) 2262-9401/ 2215-2245. Mais informações no Bloghttps://planejabrasil.wordpress.com/. Estudantes tem 50% de desconto na inscrição.

Empresas de projetos e tecnologia, fabricantes de materiais e equipamentos, prestadores de serviços e de outros segmentos da cadeia da indústria interessados em apresentar soluções e tecnologias para o setor através de palestras ou divulgar sua marca e produtos através de patrocínio podem entrar em contato com a área comercial da Planeja & Informa Comunicação e Marketing, através do telefone(21) 2244-6211.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s