5º Encontro de Gestão Integrada de Resíduos da Construção e Demolição – da Geração ao Descarte

  1. Informativo Gestão de Resíduos
  2. Formulário de inscrição_ GESTÃO DE RESÍDUOS 2015 (1)

E-mail marketing

APRESENTAÇÃO

O mercado brasileiro de Resíduos da Construção e Demolição (RCD) tem um enorme potencial para crescer, mas ainda é insipiente no Brasil, principalmente pela falta de incentivos fiscais e tributários.

A cadeia produtiva da construção civil consome entre 14 e 50% dos recursos naturais extraídos do planeta; No Brasil, os RCD representam de 51 a 70% da massa dos resíduos sólidos urbanos. Quando mal gerenciada, degrada a qualidade da vida urbana, sobrecarrega os serviços municipais de limpeza pública e reforça no país a desigualdade social, drenando recursos públicos continuamente para pagar a conta da coleta, transporte e disposição de resíduos depositados irregularmente em áreas públicas, quando esta conta é, na realidade, de responsabilidade dos geradores.

Extremamente vantajoso, o uso dos materiais reciclados chega a gerar uma economia de até 30% em relação a similares com matéria-prima não reciclada, dependendo dos gastos indiretos e da tecnologia empregada nas instalações de reciclagem. Grandes pedaços de concreto podem ser empregados para conter processos erosivos na orla marítima, enquanto o entulho triturado e preparado pode ser utilizado em pavimentação, operações tapa-buraco, construção civil, entre outros.

Resíduos como cerâmica, blocos, concretos, pisos e azulejos podem ser transformados em agregados reciclados como areia, pedrisco, brita e bica corrida. Esses agregados são utilizados como base e sub-base de pavimentação, concreto para ser usado em guias, sarjetas, mourões, blocos de vedação e em outras aplicações menores, como no paisagismo.

Além de um bom negócio para empreendedores, a gestão de RCD é uma ferramenta indispensável para as “construtoras do futuro”, permitindo a minimização de resíduos de construção civil através da prática de reaproveitamento, envolvendo toda a equipe em praticamente todos os níveis hierárquicos, como mestres de obra, engenheiros e demais funcionários. A prática de tal medida facilita o entendimento na empresa, trazendo melhorias econômicas, sociais, bem como ambientais, já que reciclando e/ou reutilizando seus resíduos, em diferentes etapas do processo de construção civil, preservam direta e indiretamente o meio ambiente.

O momento é oportuno para este debate. O 5º Encontro de Gestão Integrada de Resíduos da Construção e Demolição – da Geração ao Descarte tem por objetivo discutir e buscar caminhos e soluções para incentivar e criar regras claras para o desenvolvimento da atividade no País, de forma séria e criativa, apontar fontes de recursos, tecnologias e mecanismos destinados a buscar a capacitação dos gestores públicos, privados e de empreendedores que possam explorar essa verdadeira riqueza que são os resíduos da construção e demolição.

 

INFORMAÇÕES GERAIS

Data: 04 e 05 de março de 2015

Local: a definir – Rio de Janeiro – RJ

Número de participantes: 200 convidados

QUEM DEVE PARTICIPAR

Segmentação:

Encontro destinado às áreas da Construção Civil, Meio Ambiente, gestores públicos e privados, Universidades, ONGs, empresas privadas e governo (prefeituras, governos estadual e federal).

 Público-Alvo:

Engenheiros e técnicos, arquitetos, empreiteiros, administradores, consultores, prefeitos, gestores públicos e técnicos do setor de resíduos, executivos do Governo (federal, estaduais e municipais), Ministérios, associações de classe, empresários, prestadores de serviços e universidades (públicas e privadas), ONGs e Ministério Público, empresas de engenharia, gestão de resíduos e construção, empresas de reciclagem, logística reversa etc.

TABELA

PERÍODO VALORES
10/11/2014 à 22/12/2014        R$ 157,50
02/01/2015 à 04/03/2015         R$ 210,00


ONGs tem isenção de taxa (para uma inscrição) até o preenchimento das vagas destinadas a cortesias. A partir da segunda Inscrição, desconto de 50%.

ESTUDANTES TERÃO DIREITO A ISENÇÃO ATÉ ATINGIR O NÚMERO DE COTAS GRATUITAS.  PREENCHIDAS AS COTAS, SERÁ COBRADA UMA TAXA DE  50% SOBRE O VALOR DA INSCRIÇÃO.

Vagas Limitadas!

PROGRAMAÇÃO

1º DIA – 04 de março

8h                           Credenciamento

9h                           Cerimônia de ABERTURA

10h45                   Intervalo para Relacionamento

11h                        MESA: A GESTÃO DOS RCDs À LUZ DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS

11h50                    Debate

13h                        Almoço

14h30                    Painel 1| MODELOS TECNOLÓGICOS E DE GESTÃO DOS RCDs

2º DIA – 05 de março

9h                           Painel 2| LICENCIAMENTO, MONITORAMENTO E CONTROLE AMBIENTAL DOS  RCD

10h40                   Intervalo para Relacionamento

10h50                    Debate

12h                        Almoço

13h30                    Painel 3| A RESOLUÇÃO  CONAMA 307/02, A RESPONSABILIDADE CIVIL DOS GERADORES E OS PLANOS MUNICIPAIS DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO  E DEMOLIÇÃO – PGRCD

15h                        Debate

15h45                    Coffee Break

16h                        Painel 4| FINANCIAMENTO E INCENTIVOS FISCAIS PARA A GESTÃO DE RCD’s

18h30                    Encerramento

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s