SOLDA BRASILNovo Local: SINDUSCON RIO – Rua do Senado, 213, Centro, Rio de Janeiro (Próximo à Praça Cruz Vermelha)

Apresentação                                                       

SOLDA BRASIL 2015

Mão de obra especializada: “Produtividade – Qualidade – Conhecimento dos Processos de Soldagem – Como solucionar este gargalo?”

A escassez de mão de obra qualificada no Brasil, em quantidade e qualificação, nas mais diversas aplicações de soldagem, notadamente nos grandes projetos envolvendo a Petrobras e Setor Naval, é hoje um dos maiores obstáculos aos cronogramas de importantes projetos para o desenvolvimento dessas áreas e da própria indústria nacional, uma vez que alguns dos projetos podem ser destinados para outros países.

Na visão da Associação Brasileira de Soldagem (ABS), por exemplo, há indicadores ou percepções apontando como causa da escassez da mão de obra para as atividades de soldagem questões sociais, logística para ensino, falta de profissionais de ensino, baixo investimento da indústria na formação ou associação com entidades de ensino e de formação e muitas outras que podem ser identificadas regionalmente devido à descentralização destes projetos.

Equacionar esses aspectos é de fundamental importância, mas é preciso também buscar a raiz do problema, através de uma visão mais ampla destas causas por exemplo na formação e ensino:

– Será que a mão de obra disponível “e descartada” está sendo avaliada por profissionais preparados e competentes nos Processos de Soldagem principais, tais como Eletrodo Revestido, Arame Tubular, MIG/MAG, TIG?

– Os Profissionais de Ensino, Supervisores de Produção, Equipes de Controle da Qualidade, Engenheiros, Técnicos e profissionais direta ou indiretamente envolvidos com as operações de soldagem têm conhecimento das principais Processos de Soldagem mencionados?

– Quem Controla a Qualidade e Produtividade na Soldagem?

Ainda segundo avaliação da ABS, um soldador devidamente capacitado pode aumentar a produtividade em pelo menos 30% e também tem um impacto positivo na redução de descontinuidades e reparos das soldas. Se os gestores de produção e profissionais mencionados tiverem domínio dos Processos de Soldagem citados, será grande o ganho, contribuindo ainda para a minimização da escassez da mão de obra na soldagem.

As entidades e empresas gestoras de grandes projetos interessadas precisam discutir essas questões, esclarecer e estabelecer um posicionamento e meta única dos setores de Ensino, Formação, Publico e Privado envolvidos. O 4º Seminário Nacional de Tecnologia e Mercado da Soldagem – SOLDA BRASIL 2015 se propõe a ser esse fórum. A idéia é reunir os principais interessados e influenciadores para discutir o tema de maneira a se atacar na raiz uma das causas da escassez de mão de obra na soldagem que é a falta de conhecimento dos profissionais citados, das características, vantagens, limitações e outros elementos fundamentais dos Processos de Soldagem mais utilizados nestes projetos. Além de levantar as necessidades das empresas nesses setores estratégicos, apresentá-las e discuti-las com as instituições e entidades formadoras e profissionais para qualificar a oferta de mão de obra.

Informações Gerais

 

Data: 26 de março de 2015

 

Local: Novo endereço – SINDUSCON RIO – Rua do Senado, 213, Centro, Rio de Janeiro (Próximo à Praça Cruz Vermelha)

Metodologia: A programação do Seminário será apresentada através de palestras e painéis.

Número de participantes: 150 vagas.

Por que e quem deve participar?

O objetivo é aprofundar a discussão sobre alguns dos principais projetos em execução no país, potencializando os caminhos e diretrizes do setor de soldagem na busca de soluções para a indústria nacional enfrentar os obstáculos de crescimento do País. E com isso difundir novas tecnologias e buscar mais competitividade às empresas brasileiras, garantindo seu espaço no mercado.

O evento servirá para debater e analisar o mercado de soldagem, as novas tecnologias e outras questões, com a participação de executivos e técnicos de grandes empresas executoras, representantes dos diversos segmentos da engenharia, projetistas, governo, academia, instituições de pesquisa e empresas de Engenharia Industrial, fabricantes de consumíveis, máquinas, equipamentos e serviços de soldagem, além de entidades profissionais e empresariais de classe e instituições formadoras de mão-de-obra.

Inscrições Abertas

**** COMO SE INSCREVER?  ****

  • Solicite o formulário de inscrição pelo e-mail: planeja@gmail.com ou ligue para o Atendimento ao Participante: (21) 2262-9401 / 2244-6211. Garanta a sua participação! Vagas limitadas!

Programação Preliminar

26 de março de 2015                                                       *palestrantes e empresas em processo de confirmação

HORÁRIO ATIVIDADES
08:30

09:00

CREDENCIAMENTO
09:00

10:00

PAINEL DE ABERTURA

·         PANORAMA DA INDÚSTRIA – CAMINHOS PARA SUPRIR A CARÊNCIA DE MÃO DE OBRA

·         OS GARGALOS DO SETOR DE SOLDAGEM

CONVIDADOS:

EDSON MELO, GERENTE DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO SENAI RJ*

DANIEL DE ALMEIDA, DIRETOR EXECUTIVO DA ABS (CONFIRMADO)           

10:00

11:00

PALESTRA: PROCESSOS DE SOLDAGEM: COMO ESCOLHER O MAIS ADEQUADO EM CADA ATIVIDADE NA CADEIA DA INDÚSTRIA?

·         ELETRODO REVESTIDO

·         ARAME TUBULAR

·         MIG/MAG

·         TIG

CONVIDADO:
CLEITON ROSSI SOUZA OLIVEIRA, SUPERVISOR TÉCNICO/COMERCIAL DA ITW WELDING BRASIL (CONFIRMADO)

11:00

11:30

PALESTRA: ELETRODOS NÃO RESSECÁVEIS – O MERCADO E SUAS EXPECTATICVAS
CONVIDADO:
IVAN FICHEL, DIRETOR DA ELBRAS ELETRODOS DOS BRASIL LTDA. (CONFIRMADO)
11:30

12:30

PALESTRA: CONSUMÍVEIS E EQUIPAMENTOS – REQUISITOS E CRITÉRIOS PARA A ESCOLHA CERTA?

CONVIDADO: RENALDO AUGUSTO CORREIA, SUPERVISOR TÉCNICO COMERCIAL DA ITW WELDING BRASIL (CONFIRMADO)

12:30

14:00

INTERVALO PARA O ALMOÇO
14:00

15:00

MESA REDONDA

DEMANDAS E GARGALOS DA CADEIA INDUSTRIAL – O QUE CADA SEGMENTO MAIS PRECISA

 

CONVIDADOS:

ARIOVALDO SANTANA DA ROCHA, PRESIDENTE DO SINAVAL*

FABRÍCIO AGUIAR VIEIRA PINTO, ENGENHEIRO DE SOLDAGEM DA MONTCALM E REPRESENTANTE DA DIRETORIA DA ABEMI (CONFIRMADO)

DANIEL DE ALMEIDA, DIRETOR EXECUTIVO DA ABS (CONFIRMADO)

15:00

16:00

PALESTRA – GESTÃO DE PROCESSOS DE SOLDAGEM – PRODUTIVIDADE E QUALIDADE

FORMAÇÃO ADEQUADA PARA MENORES CUSTOS E PRAZOS

CONVIDADO: ALEXANDRE SCHWENCK, CHEFE DA SEÇÃO DE SOLDA DO ESTALEIRO BRASA (CONFIRMADO)

16:00

17:00

PAINEL – SOLUÇÕES E TECNOLOGIAS DE SOLDAGEM – AVANÇOS DA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO E GÁS

CONVIDADOS:

DIEGO MARTINS GARCIA, CONSULTOR DO CENPES/PETROBRAS (CONFIRMADO)

FORNECEDOR/FABRICANTE*

17:00

18:00

PAINEL – “ESTRUTURA DE ENSINO DA SOLDAGEM NO BRASIL – COMO GARANTIR EFICIÊNCIA NA FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO”

CONVIDADOS:

JOÃO DA CRUZ PAYÃO FILHO, PROFESSOR E ESPECIALISTA EM SOLDAGEM DO PROGRAMA DE ENGENHARIA METALÚRGICA E DE MATERIAS DA COPPE/UFRJ (CONFIRMADO)

FRANCISCO JOSÉ MOURA, COORDENADOR DO PROGRAMA DE PÓS GRAUDAÇÃO EM ENGENHARIA DE MATERIAIS E DE PROCESSOS QUÍMICOS E METALÚRGICOS DA PUC-RIO*

MIGUEL LUIZ RIBEIRO FERREIRA, COORDENADOR DO LABORATÓRIO DE MONTAGEM INDUSTRIAL E SOLDAGEM (LAMIS) DA UFF*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s