17 e 18 de junho de 2015VI Seminário Internacional de Energia NuclearEXPO NUCLEAR – 1ª Feira de Tecnologia em Engenharia Nuclear

O Ministério das Minas e Energia (MME) prevê que o potencial hidrelétrico brasileiro estará esgotado no quinquênio de 2025 a 2030 e, diante disso, o governo está revisando o Plano Nacional de Energia 2050. A expectativa é de que este plano traga a tão aguardada definição com relação à instalação de quatro a oito novas usinas nucleares no Brasil, para complementar a geração elétrica, diante desse cenário de esgotamento do aproveitamento hídrico.

O Brasil vem recorrendo sistematicamente a fontes térmicas como carvão, gás, óleo diesel e combustível desde 2012 para complementar sua oferta de energia elétrica. Em um cenário de chuvas irregulares e rápido esvaziamento dos reservatórios, as termelétricas já respondem por quase 30% da energia do país, e a tendência é que essa participação aumente cada vez mais, principalmente a partir de 2025.

O uso continuado das térmicas indica a existência de uma crise estrutural do setor elétrico, cuja capacidade de geração não consegue suportar o aumento do consumo. Se não solucionada, a situação pode comprometer o crescimento econômico, que exige oferta crescente de energia. Sua gravidade, portanto, impõe a reestruturação da matriz elétrica, com o investimento em outras fontes térmicas de base, que gerem energia ininterruptamente, para garantir a segurança do abastecimento e possibilitar a expansão da oferta.

Neste cenário, a geração nuclear ganha papel cada vez mais importante em uma matriz elétrica diversificada, sustentável e eficiente, agregando vantagens como “competitividade, estabilidade, disponibilidade e a garantia de suprimento de combustível, oferecida pela posse da 6ª maior reserva mundial de urânio, com potencial energético comparável ao pré-sal”.

O tempo, contudo, é exíguo para que as novas centrais nucleares possam efetivamente reforçar a base da matriz elétrica a partir de 2025, exigindo uma rápida tomada de decisão, principalmente se considerarmos a necessidade de definição do local e a conclusão das etapas de projeto, licenciamento e construção e comissionamento da planta. A necessidade é premente, mas o futuro da energia nuclear depende, por sua vez, de uma estruturação estratégica do setor, de maneira a integrar todas as empresas da área em torno desse objetivo.

A necessidade da expansão nuclear é hoje um consenso em praticamente todo o mundo. Barreiras como a segurança das usinas e a disposição dos rejeitos radioativos vêm sendo vencidas e são alvo de estudos e novas tecnologias em várias partes do mundo.

O ingresso do capital privado na geração e operação de usinas pode ser a solução para uma outra barreira no Brasil, criada pela falta de recursos internacionais – uma opção que amadurece rapidamente. Outras precisam ser enfrentadas, como a falta de mão de obra especializada, por exemplo.

Todas essas questões precisam ser discutidas de forma permanente com o setor nuclear e com a sociedade, cadeia industrial, Academia, associações profissionais e empresariais, governo etc., e estarão no centro das discussões do VI Seminário Internacional de Energia Nuclear (VI SIEN), marcado para junho de 2015. O evento, que tem sido um importante espaço para esse debate, vai trazer essas e outras questões em sua agenda, reunindo todos os segmentos do setor nuclear, além de promover a difusão de novas tecnologias e soluções voltadas à segurança das usinas nucleares, bem como os diversos usos da radiação para fins pacíficos.

É fundamental a participação das empresas públicas e privadas ligadas à cadeia da indústria nuclear, que podem patrocinar e marcar sua presença ativa neste debate

AGENDA PRELIMINAR

VI SIEN – SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR

17 e 18 de junho – Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio – Praça XV de Novembro, 20 – Térreo – Rio de Janeiro – RJ.

AGENDA – 17 DE JUNHO DE 2015

08:00 ÀS 09:00 – CREDENCIAMENTO

09:00 ÀS 10:10 – SESSÃO DE ABERTURA

CARLOS EDUARDO DE SOUZA BRAGA, MINISTRO DE ESTADO DO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA*
JOSÉ ALDO REBELO FIGUEIREDO – MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA*

LEONAM DOS SANTOS GUIMARÃES, DIRETOR DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E MEIO AMBIENTE DA ELETROBRAS
ELETRONUCLEAR (CONFIRMADO) (representando a Presidência da Eletrobrás Eletronuclear)

ANGELO FERNANDO PADILHA, PRESIDENTE DA CNEN*

CARLOS EMILIANO, DIRETOR GERAL – PLANEJA & INFORMA/ CASA VIVA

(Cada convidado tem 10 minutos para dar as boas vindas aos participantes do evento)

10:10 ÀS 10:40 – ABERTURA DA EXPO NUCLEAR

10:40 ÀS 11:10 – PALESTRA: PNE 2050 – PERSPECTIVAS DE GERAÇÃO A PARTIR DE 2030

ALTINO VENTURA FILHO, SECRETÁRIO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ENERGÉTICO DO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA*

(O palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após a apresentação abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

11:10 ÀS 11:40 – PALESTRA

SOLUÇÕES, EQUIPAMENTOS E TECNOLOGIAS PARA SEGURANÇA E DESENVOLIMENTO NUCLEAR

CARLOS LEIPNER, VICE-PRESIDENTE DA WESTINGHOUSE  PARA A AMÉRICA LATINA (CONFIRMADO)

 (O palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após a apresentação abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

11:40 ÀS 12:10 – PALESTRA 

SOLUÇÕES, EQUIPAMENTOS E TECNOLOGIAS PARA SEGURANÇA E DESENVOLIMENTO NUCLEAR

                   “Progresso no desenvolvimento Nuclear chinês e apresentação da tecnologia CAP1400”
QIU ZHONGMING,
chefe de centro de informação do Shanghai Nuclear Engineering Research and Design Institute (SNERDI), empresa subsidiária da SNPTC. (CONFIRMADO)

 (O palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após a apresentação abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

 

12:10 ÀS 12:40 – PALESTRA

SOLUÇÕES, EQUIPAMENTOS E TECNOLOGIAS PARA SEGURANÇA E DESENVOLIMENTO NUCLEAR

RESERVADO PARA EMPRESA AREVA (CONFIRMADO)

(O palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após a apresentação abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

 

12:40 ÀS 14:00 – INTERVALO PARA ALMOÇO

14:00 ÀS 14:30 – PALESTRA

VICE-ALMIRANTE NEY ZANELLA DOS SANTOS, DIRETOR PRESIDENTE DA AMAZUL (CONFIRMADO)

(O palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após a apresentação abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

14:30 ÀS 15:40 – MESA REDONDA

TUTORIAL: PANORAMA E PERSPECTIVAS DA ENERGIA NUCLEAR NO BRASIL

LEONAM DOS SANTOS GUIMARÃES, DIRETOR DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E MEIO AMBIENTE DA ELETROBRAS ELETRONUCLEAR (CONFIRMADO)

DEBATEDORES:

ISAAC JOSÉ OBADIA, DIRETOR DE P&D DA CNEN (CONFIRMADO)

ANTONIO TEIXEIRA E SILVA, PRESIDENTE DA ABEN (CONFIRMADO)

ANTONIO ERNESTO FERREIRA MÜLLER, DIRETOR PRESIDENTE DA ABDAN (CONFIRMADO)

LEONAM DOS SANTOS GUIMARÃES, DIRETOR DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E MEIO AMBIENTE DA ELETROBRAS ELETRONUCLEAR (CONFIRMADO)

(O palestrante do tutorial tem 30 minutos para apresentar o tema proposto. Após a apresentação abriremos 30 minutos para debate entre convidados (debatedores) e público)

15:40 ÀS 16:10 – PALESTRA

SOLUÇÕES, EQUIPAMENTOS E TECNOLOGIAS PARA SEGURANÇA E DESENVOLIMENTO NUCLEAR

ANDREAS GOEBEL, PRESIDENTE DA ATMEA (CONFIRMADO)

 (O palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após a apresentação abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

16:10 ÀS 16:50 – INTERVALO PARA VISITA A EXPO NUCLEAR

16:50 ÀS 17:40 – PAINEL: OPÇÕES TECNOLOGICAS PARA REDUZIR CUSTOS E PRAZOS

AREVA / ROSATOM (CONFIRMADO)

 (Cada palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após as apresentações abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

17:40 ÀS 18:10 – PALESTRA

AGENDA – 18 DE JUNHO DE 2015

08:00 ÀS 09:00 – CREDENCIAMENTO E INICIO DAS ATIVIDADES DA EXPO NUCLEAR

09:00 ÀS 10:00 – MESA REDONDA (ABERTURA DO SEGUNDO DIA)

TUTORIAL: NOVAS USINAS – A ESCOLHA DOS NOVOS LOCAIS DIANTE DA ESCASSEZ HÍDRICA DO SUDESTE

MANGABEIRA UNGER, MINISTRO DA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA*

DEBATEDORES:

MAURÍCIO TOLMASQUIM – PRESIDENTE DA EMPRESA DE PESQUISA ENERGÉTICA – EPE*

REPRESENTANTE DA ELETROBRAS ELETRONUCLEAR*

MANGABEIRA UNGER, MINISTRO DA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA*

(O palestrante do tutorial tem 30 minutos para apresentar o tema proposto. Após a apresentação abriremos 30 minutos para debate entre convidados (debatedores) e público)

10:00 ÀS 10:30 – PALESTRA

SOLUÇÕES, EQUIPAMENTOS E TECNOLOGIAS PARA SEGURANÇA E DESENVOLIMENTO NUCLEAR

RESERVADO PARA ROSATOM (CONFIRMADO)

 (O palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após a apresentação abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

10:30 ÀS 11:00 – INTERVALO PARA VISITA A EXPO NUCLEAR

11:00 ÀS 12:30 – PAINEL: ENERGIA NUCLEAR COMO INDUTORA DE DESENVOLVIMENTO

AQUILINO SENRA, PRESIDENTE DO INB*

REPRESENTANTE DA ELETROBRAS ELETRONUCLEAR*

FRANCISCO JÚDICE,SUPERINTENDENTE DE DEFESA CIVIL DE ANGRA DOS REIS (CONFIRMADO)

JOSÉ RECHUAN JÚNIOR, PREFEITO DE RESENDE*

(Cada palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após as apresentações abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

12:30 ÀS 14:00 – INTERVALO PARA ALMOÇO

14:00 ÀS 15:30 – PAINEL

ENERGIA NUCLEAR NA AMÉRICA LATINA: PERSPECTIVAS E MEDIDAS DE SEGURANÇA NUCLEAR

PAINELISTAS:

LAÉRCIO ANTONIO VINHAS, REPRESENTANTE PERMANENTE DO BRASIL NA MISSÃO JUNTO À AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA (AIEA)*

JAIME SALAS KURTE MASTER, DIRECTOR EJECUTIVO, COMISIÓN CHILENA DE ENERGÍA NUCLEAR – CCHEN*

JUAN EIBENSCHUTZ HARTMAN, DIRECTOR GENERAL DEL COMISIÓN NACIONAL DE SEGURIDAD NUCLEAR Y SALVAGUARDIAS – CNSNS (CONFIRMADO)

NORMA LUISA BOERO, PRESIDENTA DEL COMISIÓN NACIONAL DE ENERGÍA ATÓMICA – CNEA*

(Cada palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após as apresentações abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

15:30 ÀS 16:30 – PAINEL:   O SETOR PRIVADO ESTÁ PRONTO PARA O DESAFIO NUCLEAR

AURELIO SCUDERO – ABEMI

CARLOS FREDERICO DE M. T. FIGUEIREDO, GERENTE GERAL DE ENGENHARIA DA NUCLEP (CONFIRMADO)

FRANCISCO DAS CHAGAS, REPRESENTANTE DA PP ENGENHARIA (CONFIRMADO)

(Cada palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após as apresentações abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

16:30 ÀS 17:00 – INTERVALO PARA VISITA A EXPO NUCLEAR

17:00 ÀS 17:50 – PAINEL:  RADIOISÓTOPOS – CONJUNTURA E PERSPECTIVAS

CLAUDIO TINOCO MESQUITA, PRESIDENTE DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA NUCLEAR – SBMN (CONFIRMADO)

IVAN PEDRO SALATI DE ALMEIDA, DIRETOR DE RADIOPROTEÇÃO E SEGURANÇA NUCLEAR DA CNEN*

(Cada palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após as apresentações abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

17:50 ÀS 18:20 – PALESTRA – REATOR MULTIPROPOSITOS BRASILEIRO

JOSÉ AUGUSTO PERROTTA, ASSESSOR DA PRESIDÊNCIA, TECNOLOGISTA SÊNIOR E COORDENADOR TÉCNICO DO EMPREENDIMENTO REATOR MULTIPROPÓSITO BRASILEIRO (RMB) DA CNEN (CONFIRMADO)

(O palestrante tem 20 minutos para apresentar o tema proposto, após a apresentação abriremos 10 minutos para perguntas e respostas com o público)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s